COPOM realiza nova alta de 1 p.p. na Selic
image

COPOM realiza nova alta de 1 p.p. na Selic

O Comitê de Política Monetária (Copom), em reunião realizada na última quarta-feira (22/09/2021), decidiu, por unanimidade, subir em 1,0 p.p. a taxa básica de juros da economia brasileira (taxa Selic), repetindo o ritmo do ajuste da última reunião. Com isso, a Selic subiu para 6,25% a.a..

 

Conforme a autoridade monetária, o cenário básico conta com um cenário externo ainda favorável para as economias emergentes, ressaltando que, apesar de mais fatores de risco associados a evolução da crise da variante Delta da covid-19 e também ao aperto monetário que ocorre nas economias emergentes, os efeitos de estímulos monetários de longa duração bem como a reabertura das principais economias seguem tornando o balanço favorável aos emergentes. Na atividade econômica interna, a perspectiva é de continuidade da recuperação, e que a mesma ganhe maior força no segundo semestre. Já a inflação segue apontando que os fatores de aumento dos preços de bens industriais devem seguir pressionando os preços no curto prazo. Os preços de alimentos, combustíveis e energia elétrica, persistem influenciando a inflação influenciados por variáveis de menor controle como o câmbio e o clima.   Além disso, nos serviços verificou-se a esperada aceleração recente no ritmo de crescimento dos preços, decorrente do processo de reabertura, o que já era de certa forma esperado.

 

Diante desse cenário, a Autoridade Monetária apontou que deve continuar o processo de aperto monetário, conservando o ritmo adotado atualmente na próxima reunião. Atualmente, o Boletim Focus estima uma taxa de juros de 8,25% a.a. no fim de 2021 e de 8,50% a.a. no fim de 2022.

 

Fonte: Fecomércio-RS

image